PensaPositivo

Texto - Um Sonho de Natal


Mensagem enviada por Ana Luiza Gomes da Silva data17/12/2004

Sonhei que estava no colo de Deus. Curioso, encostei meu ouvido em seu peito para ouvir o que se passava em seu coração... Era noite de Natal.
Pelas mesas postas, com o som confortante de uma família reunida, a fantasia retumbante das crianças recompensava o trabalho muitas vezes exaustivo de seus pais. A dissonância me conturbava. Como Deus poderia entender aquilo tudo? De súbito, a preguiça mórbida dos que se alimentavam dos méritos dos seus antepassados silenciava o ambiente. Parasitando o trabalho dos ingênuos, gargalhavam sem o menor pudor dos arrotos de poder que a sua embriaguez podia ostentar. Tentei ouvir, ao fundo, a prece e a reflexão. Cerzidas as mágoas que poderiam deixar a indiferença penetrar, o abraço amigo, com todos os retalhos descombinados, mantinha todos aquecidos e saciados. O estrondo da ambulância vez por outra varre apressadamente o que restou de tranqüilidade... A imprudência, extremamente escorregadia, traz ao chão quem nela se equilibrava. O assobio ensurdecedor da queda deixa, decalcadas na alma, mudas e irreprimíveis lembranças. Umas moldadas a custa do vício, outras a custa da maldade, ou puro descaso, para com aqueles em cujos corações só conseguiram plantar amargura.
Nas ruas, em barracos muito pobres e em outros lugares que sequer têm nome, ouve-se um choro sem lágrimas, uma ceia sem comida. As renas de Santa Claus não conseguem pousar em local tão vil... No ultrajante mantra que cantam continuamente, imploram a quem quer que os ouça pela sua quota diária de dignidade. Só se ouve o barulho das grades. Umas, de puro aço, dentro das quais os condenados se alimentam nesta noite, assim como em todas as outras, das fezes de todos nós. Outras, de conformismo e alienação, separam o pai do futuro de seu filho. Ele não consegue reger a orquestra da sua vida. Escreve alucinadamente as notas, mas a tinta evapora diante de seus olhos antes de impressionar o papel. Não sai um acorde sequer. Não suporto o barulho delas. Lembrei-me de estar no colo Dele. Pensei em perguntar-lhe: que espécie de sorteio é este que decide quem fica do lado de dentro e quem fica do lado de fora? Mas desisti quando me lembrei de que o próprio aniversariante nascera no parágrafo errado.
O som do Jingle Bell é sedutor. Mas é preciso estar bem próximo de Deus para perceber ao fundo o grito desesperado e contínuo que acabamos passivamente nos acostumando a não ouvir. Se aquele grande sorteio fosse refeito levando alguns de nossos filhos para o outro parágrafo, ao lado do filho Dele, talvez conseguíssemos perfurar o nosso conformismo e arrancar dele a iniciativa suficiente para derrubar todas as grades e transformar todos aqueles ruídos numa melodia só.
Que ao longo deste século sejamos capazes de perceber que o sorteio das vagas existe não por obra de Deus e sim de nós mesmos. E que a única coisa que nos impede de mudar esta situação é a presunção de que nossos filhos já passaram pela seleção. Se Jesus voltasse à Terra hoje, ele certamente não teria tanta sorte...
Que a festa e o aconchego gerado pelos frutos das realizações pessoais sejam vividos sem arrependimento. Não há que se penalizar pelo infortúnio de quem quer que seja. Mas não nos sentiremos mais excessivamente orgulhosos por nossos méritos se percebermos que a maior parte daqueles que poderiam ter competido conosco pelo lugar ao sol sequer tiveram o direito de chegar à linha de partida. Para aqueles que, sem renunciar sua alegria, só conseguem vislumbrar satisfação quando podem acordar, dia após dia, sempre com um mundo melhor para todos, e não só para si mesmos e seus próximos, eu desejo um ano repleto de realizações. Que saibamos abrir todas as celas e constatar que, depositada em cada criança, milionária ou não, existe um valioso pedaço da revolução lançada no mundo por aquela outra, franzina e desconhecida, cujo aniversário há dois mil anos nos orgulhamos de comemorar.
    

Textos Populares

Mais textos:




Procure um texto:

Booking.com



Mensagem Diária


Receba nossas mensagens diariamente em seu email


 

Busca no site


 

 Populares  Recentes
Incansabilidade

17/02/2018 | 19822 visualizações


Incansabilidade

02/01/2019 | 18179 visualizações


Incansabilidade

09/01/2019 | 17382 visualizações


Incansabilidade

26/11/2017 | 17354 visualizações